10 dicas para diminuir a hipertensão sem drogas

A hipertensão arterial (hipertensão) é o maior fator de risco para doenças cardiovasculares, que, por sua vez, é a principal causa de morte na Alemanha. Cerca de 35 milhões de alemães sofrem de hipertensão, mas apenas metade dos afetados sabe de seus níveis elevados. Como a hipertensão arterial geralmente não causa queixas, raramente ocorrem sintomas inespecíficos, como dor de cabeça, tontura ou hemorragias nasais.

Baixa pressão alta

A pressão arterial alta é quando um ou ambos os valores de pressão arterial estão permanentemente acima de 140/90 mmHg. Quanto maior a pressão nos vasos sanguíneos, maior o risco de danos consequentes em órgãos como rim, olhos, coração ou cérebro. A boa notícia é que o tratamento com medicamentos nem sempre é necessário. Muitas vezes, uma mudança no estilo de vida é suficiente para normalizar a pressão arterial. Nós damos-lhe 10 dicas sobre como diminuir a pressão arterial com medidas simples.

1. Coma Mediterrâneo

Uma dieta bem equilibrada, rica em frutas, vegetais e cereais integrais, tem um efeito positivo na sua saúde de várias maneiras. Estudos mostraram que a culinária mediterrânea, em particular, tem um efeito protetor hipotensor e vascular. Através de uma dieta variada com peixes, frutos do mar, aves, legumes, salada e azeite, você pode neutralizar a pressão alta de uma forma prazerosa.

2. Use especiarias em vez de sal

O sal afeta a função das paredes dos vasos, de modo que o aumento do teor de sal no sangue pode levar a um estreitamento dos vasos. Portanto, uma dieta rica em sal para hipertensão deve ser evitada. Geralmente recomenda-se não tomar mais que seis gramas de sal por dia. No entanto, este valor é ligeiramente excedido, pois o sal está escondido em muitos alimentos, especialmente refeições prontas, salsichas e carnes. Portanto, você deve cozinhar para si mesmo e usar temperos e ervas frescas para refiná-los: além de serem mais saudáveis, eles também são mais aromáticos do que o sal.

3. Reduza o excesso de peso

A obesidade promove o desenvolvimento de pressão arterial elevada, porque as células adiposas podem formar um precursor do hormônio angiotensina, que causa um estreitamento dos vasos. Ao perder dois quilos, você pode reduzir sua pressão arterial em cerca de três mmHg e, com uma perda de peso de dez quilos, sua pressão arterial cai até 20 mmHg.

4 Mover

O esporte tem um duplo efeito positivo na pressão alta: por um lado, o exercício regular ajuda a reduzir o excesso de peso. Por outro lado, o estado de excitação do sistema nervoso autônomo em repouso diminui devido à atividade física, em conseqüência do que os vasos se expandem e a pressão arterial é reduzida.

Recomendado são esportes de resistência, como ciclismo, natação ou caminhadas. Por outro lado, esforço excessivo ou estresse abrupto devem ser evitados, pois aumentam a pressão arterial. Assim, treinamento intensivo de força ou remo para pessoas com pressão alta não é adequado. Se você não se exercitou por um longo tempo, você deve conversar com seu médico antes de começar a se exercitar.

5. Relaxe

No estresse crônico, o sistema nervoso autônomo é permanentemente superativado e produz mais hormônios do estresse, como cortisona e adrenalina: ambos levam a um aumento da pressão arterial. Portanto, pacientes com pressão arterial devem trabalhar ativamente contra o estresse. Experimente, que é a melhor maneira de desligar. Seja uma caminhada descontraída, yoga, técnicas de relaxamento, como treinamento autógeno ou um bom livro: tudo o que é permitido é divertido.

6. Pare de fumar

A nicotina estimula o sistema nervoso autônomo, aumentando assim a pressão arterial. Além disso, fumar promove o desenvolvimento de arteriosclerose e trombose. Embora o desmame seja frequentemente difícil, a eliminação da nicotina pode reduzir a pressão arterial e reduzir significativamente o risco de doença cardiovascular. (12 dicas para parar de fumar)

7. Agora e depois um copo de vinho

Não só fumar, mas também o consumo de álcool provoca uma estimulação do sistema nervoso autônomo e, portanto, pode aumentar a pressão arterial. No entanto, o consumo moderado de álcool não parece ter um efeito negativo sobre a pressão alta. De vez em quando um copo de vinho é permitido. O vinho tinto também deve proteger os vasos contendo polifenóis.

8. Coma mais nozes

As nozes têm duas vantagens: primeiro, elas são ricas em ácidos graxos insaturados, que têm um efeito positivo na pressão sanguínea e nos níveis de lipídios no sangue. Por outro lado, eles contêm muito magnésio. Comendo nozes regularmente, você pode ajudar a atender suas necessidades diárias de magnésio e evitar a escassez. Estudos mostraram que a deficiência de magnésio promove a hipertensão: assim, as nozes podem ajudar a reduzir a pressão alta.

9. Teste de acupuntura

Alguns estudos sugeriram que a acupuntura pode neutralizar a pressão alta. Se os pontos correspondentes no interior do punho são perfurados, certas substâncias mensageiras no cérebro devem ser liberadas, que têm um efeito calmante sobre o sistema cardiovascular. Como o tratamento praticamente não tem efeitos colaterais, a acupuntura é um método de baixo risco para reduzir a pressão alta sem medicação.

10. Ativar o "hormônio do abraço"

Um relacionamento feliz e uma sexualidade gratificante são bons para a alma e o corpo. Durante o contato físico e durante o sexo, a ocitocina "hormônio do aconchego" é secretada, o que reduz o nível de cortisol no sangue e a pressão sanguínea. Tire algum tempo para um pouco de união!

Compartilhe com amigos

Deixe seu comentário